ELIDAYANA ALEXANDRINO

COREMAS (PB), 1986

Artista visual, educadora, pesquisadora e curadora independente, Elidayana Alexandrino é graduada em Artes Plásticas, licenciada em Educação Artística pela Universidade Braz Cubas (UBC). Desde 2015, desenvolve a pesquisa artística Narrativas que se encontram. Na série, a artista cria um diálogo entre imagens, reunidas por meio de sua memória. A série compreende um processo que aproxima épocas, povos e realidades diferentes. Atualmente, esse conjunto ultrapassa 600 imagens, formando uma espécie de álbum de família, que é apresentado como “Laboratório de escuta de imagens”, forma experimental que Alexandrino encontrou de colocar o público em contato com essas narrativas visuais. A artista atua em museus e centros culturais, participa de projetos com coletivos de educadores e artistas. O Laboratório já foi ativado na Semana da Cultura, IFSP, Campus Itaquaquecetuba e na Pinacoteca do Estado de São Paulo, dentro do programa de ativações da obra Untitled (demo station n.7), do artista Rirkrit Tiravanija, como parte da exposição “Somos Muit+s: experimentos sobre coletividade” (2019). Ao lado de Aline Baliberdin, a artista fez a curadoria da exposição “Corpo que é meu outro” (2020).

Vive e trabalha em São Paulo (SP).

@elidayanaalexandrino

Coletivas

2020
Corpo que é meu outro, Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, Suzano, SP, Brasil

Estado: PARAÍBA
Categorias: Colagem, Fotografia

Atualizado em 29.06.2020